A Região


Maragogi fica bem no meio da Costa dos Corais, fascinante trecho do litoral nordestino entre Maceió e Recife. Mas entre a capital alagoana e a capital pernambucana existem outros lugares de grande beleza.

 



SÃO MIGUEL DOS MILAGRES

Em busca de lugar seguro durante a invasão holandesa, alguns moradores de Porto Calvo chegaram a São Miguel dos Milagres, dando início à colonização. Procuravam um esconderijo e acharam um paraíso.
Séculos depois o antigo povoado está sendo novamente descoberto, hoje por um número cada vez maior de visitantes, que se encantam com seu charme e sua beleza primitiva.
A primeira praia, para quem vem do sul, leva o nome do município. Areia alva e solta são suas principais características.
Chega-se a praia de São Miguel dos Milagres entrando-se em frente a prefeitura.
Mais adiante, em Porto da Rua, único distrito do município, fica a praia mais procurada pelos visitantes. É onde ficam os barcos de pesca, com suas cores vivas, ao balanço do mar.
Vale a pena conhecer também a praia do Riacho, mais a frente. A praia do Toque, quase intocada, é outra visita imperdível.
Outras opções de lazer são, além das piscinas naturais, o banho no rio Tatuamunha e a visitação ecológica aos bem preservados manguezais.
 

 

PORTO DE PEDRAS

Em janeiro de 1860, exausto após longa jornada pela região, Dom Pedro II parou para descansar à sombra de um frondoso oitizeiro e ficou deslumbrado. Não era para menos. Naquele momento o Imperador tinha diante de seus olhos uma paisagem deslumbrante. Enchia sua visão o encontro do rio Manguaba com um mar de indescritível beleza.
140 anos depois, Porto de Pedras continua encantando seus privilegiados visitantes.O oitizeiro do Imperador, fica na encosta do morro do Farol. A visita ao Farol é obrigatória, principalmente pela paisagem que de lá se descortina.
Subir de barco o rio Manguaba, curtindo os manguezais, proporciona ao mesmo tempo um gosto de aventura e relaxante prazer. Alguns pescadores oferecem seus barcos e experiência para este passeio ecológico.
Em Porto de Pedras estão sem dúvida algumas das mais belas praias da Costa Dourada. Além da tranquila praia da vila no encontro com o rio Manguaba, outras se destacam, como Tatuamunha e Patacho, esta preferida por quem busca áreas de pouco movimento para maior integração com a natureza.
 

 

JAPARATINGA

Japaratinga tem como característica uma beleza natural quase intocada. Localizada a 115 Km de Maceió e 125 Km do Recife, o município deve suas origens a uma colônia de pescadores, implantada no mesmo local onde é a sede municipal. Existiam apenas alguns barracos à beira da praia e ocupada uma parte das terras para o cultivo de alguns cereais. Seu desenvolvimento somente alcançou expressão após 1800.
Uma estrada que dava trânsito apenas para animais ligava a rodovia principal, hoje AL-101, até Porto de Pedras, passando por Japaratuba topônimo primitivo de Japaratinga.
Com o passar dos anos novas famílias adquiriram terras na região e dedicando-se a plantação de coco.
A igreja Matriz de Japaratinga foi construída há mais de 300 anos pelos holandeses, que residiam em Porto Calvo.
Em 1935 existia um pequeno estaleiro onde eram construídos navios de pequeno porte e barcaças a vela, utilizados no transporte de cocos e açúcar.
Suas belas praias protegidas pela barreira de corais, rica culinária e tranquilidade, extasiam os visitantes.
 

 

SÃO JOSÉ DA COROA GRANDE

A denominação de São José da Coroa Grande tem como origem os bancos de areia chamados de coroas, pelo formato que apresentam, que emergem quando das marés baixas, entre a beira-mar e os recifes de corais, formando piscinas naturais.
A história registra que os índios Caetés foram os primeiros habitantes e que os jesuítas passaram pela região quando da colonização dos nativos, assim como os holandeses quando estiveram em Pernambuco.
A proximidade com a foz do Rio Una fez com que a agitação tomasse conta da localidade na segunda metade do século XIX e primeira metade do século XX, quando servia de passagem e apoio ao transporte e escoamento da produção de açúcar dos engenhos e usinas situadas na região da bacia do Rio Una, em especial das usinas Rio Una e Central Barreiros, utilizando barcaças e ferrovias, respectivamente.
Imperdível para quem visita São José da Coroa Grande é a visita ao Museu do Una, Localizado em Várzea do Una, rico em informações sobre a história, a cultura e o meio ambiente do município e adjacências.

 


PRAIA DO PORTO

A Praia do Porto fica no município de Barreiros. É uma das mais bonitas da região, serviu de cenário para gravação da novela A Indomada, da Rede Globo, o que lhe garantiu uma boa divulgação a nível nacional.
A praia do Porto tem 1700 metros de extensão, é cercada por formações rochosas nas duas extremidades. Ultrapassar os limites das rochas, em direção a ambos os lados significa contato com o primitivo, onde pode-se tomar banho à vontade no mar calmo, sempre ouvindo o cantar dos pássaros.
A Ilha do Coqueirinho, que virou marca da Praia do Porto, lembra aquelas ilhotas de charges e desenhos animados, com seu solitário coqueiro. Com a maré baixa chega-se até ela caminhando pela areia alva e solta.
Vale a pena dar uma esticada até a foz do Rio Una, principalmente para aqueles que gostam de curtir a pesca de vara e acampar.
Partindo de Maragogi, pegar a AL-101 Norte até a divisa com Pernambuco, seguindo então pela PE-60 até Barreiros. Daqui em diante são 9 Km por estrada de terra.
 

 

TAMANDARÉ

Em Tamandaré o sol ilumina num só lance praias,, Mata Atlântica, cachoeira, piscinas naturais e manguezais. Tamandaré esconde em sua Mata Atlântica belezas inigualáveis. A Cachoeira da Bulha, localizada em uma área contígua à Reserva Biológica de Saltinho, dá um show à parte. A água fria e gostosa que corre de inverno a verão é altamente energizante. Deve-se, porém, tomar cuidado ao escalar as pedras, por serem íngremes e escorregadias.
Na praia de Tamandaré é possível tomar banho na companhia de cardumes de peixinhos coloridos.
Aqui e ali, várias barraquinhas servindo saborosos frutos do mar. Continuando o passeio na direção sul passa-se pela frente do Forte Santo Inácio de Loyola, que data de 1691.
Um pouco mais a frente chegamos ao limite de Tamandaré e também um dos seus pontos mais bonitos. A praia dos Carneiros é uma atração a parte, no encontro do mar com o rio Formoso. Metade da praia é de mar, metade de rio.
Partindo de Maceió AL-101 Norte, PE-60 e PE-76. De Recife BR-101 Sul, PE-60 e PE-76.
 

 

PORTO DE GALINHAS

Porto de Galinhas oferece muitas opções de lazer mas não é a única atração do município. Ipojuca tem atrações para todos os gostos. Quem procura praia tem, além de Porto de Galinhas, Maracaípe, Serrambi, Cupe, Muro Alto e Camboa. Passeios de buggy podem ser feitos de ponta a ponta. De jangada visita-se as piscinas naturais e de lancha vai-se à ilha de Santo Aleixo, uma das três ivulcânicas do país.
Final da tarde a dica é ir para o Outeiro, onde fica a igreja de N. Sra da Conceição, curtir o belo pôr de sol.
A 15 Km de Porto está o convento de Santo Cristo, um dos mais antigos e belos do Brasil, fundado em 1606 pelo Frei Franciscano Antônio da Ilha. Em 1639 os holandeses expulsaram os franciscanos, ocupando o convento e instalando ali o seu quartel. Junto ao convento encontra-se a Igreja de Santo Cristo, de 1663, onde está o único exemplar que se tem registro de Cristo crucificado com as mãos para o alto, numa cruz sem emendas.
Imperdível em Porto é a visita ao ateliê do multiartista Carcará, criador da famosa galinha em tronco de coqueiro.


EMPRESAS DE RECEPTIVOS (transfers, passeios, hospedagem, rent a car): Costazul TurismoMaracarib Turismo e ReceptivoTransturValtur MaragogiMaragotur TurismoCorais do Maragogi TurGreen MarturMaragoGilson Tur